15 de fev de 2008

Misterioso Sentimento

-O teu Segredo-

A alma vela em teu seio este segredo
Que não teme as investidas do medo,
Rugindo nos arredores dos sonhos,
Lançando no sono clarões estranhos.

Arfando entre as sendas do Mundo Extremo
Guarda no peito o Mistério Supremo
Que arde nas vivas chamas do Silêncio,
E borbulha no vil lago do Anseio.

Andas entre veredas espinhosas,
Revestidas com flores dolorosas.
Olhando a Alegria e sentindo a Dor

Amenizando este felino labor
De proteger no peito, o sentimento
Que te acompanha desde o nascimento.