22 de dez de 2010

Apologia Poética

Meu verso é um moleque
Sentado em cima do pasto
Pita um beque
puta fumaça senta um peteleque
No ouvido do Mundo.