12 de out de 2011

poemAnimaizinhos I

PORCO DO MATO 
A saga do porco do mato 
Que chegou na cidade 
Ronc ronc ronc ando 
E matou a fome de um homem Que virou um porco da cidade. 
Uma espécie de torresmo man E uma outra de bacon girl 

MANDRUVÁ 

a estória do mandruvá que comia as plantinhas e também passou a comer as menininhas.
viver e amá são como um mandruvá na pele do peito pra queimá! 

CALOPSITA
Calopsitando no ombro do Planeta 
ou 
Calopsita-se mansamente 
ou
Calopsita-mente manso no seu pesçoso

TAMANDUÁ BANDEIRA
olha o tamanduá
olha o tamanduá .
aliás. Deixa o tamanduá pra lá 
e olha o tamanho do A.
Não é o tamanduá.
É o tamanho do A.
O tamanho do A desse Amor. 
deixe o tamanduá na vegetação e olhe o tamanho do A que está dentro do deu coração!