21 de jan de 2010

Poema Parido Dum Telejornal de Antena Comum

۰a população
protestou bloqueou
a rua com gritos
pneus
latões
e fogo.
Ontem aquela rua
era um córrego
água suja água moveis água roupas água casas águas
e escuro e escuro que nem
a tensão da família
pode dar força a uma lâmpada.

۰a população
protestou bloqueou
a rua com gritos
pneus
latões
e fogo.
RapidinhoRapidinho
a policia apareceu
porrete gás de pimenta lacrimogêneo
bala de borracha e a mesma
ignorância de sempre.
Mas pô’’’
dê. moooo. ra chegar(se é que chega)
as providências que impedem a enchente
a falta de luz
a falta de tudo

mas não demora nunca
chegar as contas as contas e a re(pressão.)


۰Prefeitura larga de ser solene
para ser humana.