21 de dez de 2007

Compaheira Solidão

Assombra-me

Ter sua companhia;

Em sua pele fria tocar

O fogo nos seus olhos apreciar

Embora;

Satisfaz-me

És sempre presente

Não és maldita

E ausente

Como há Felicidade.