12 de abr de 2008

Soneto X

-Inquietude-

Até o momento esteves tão quieto
não tendo muito que se preocupar
afinal era doce o teu sonhar,
doce era o amar mesmo que o fosse incerto

não que a incerteza o deixasse inquieto
e sim porque era doce o aventurar.
Pois o mundo ainda não te fez chorar
por isto tinhas nele imenso afeto.

Mas terás hoje um novo e amargo sonho
Verás que o mundo também é medonho
Repleto de tristezas,é escuro...

Terá saudade desta mocidade
Pois se inicia um Sentido novo e duro
de ter que preocupar com teu Futuro.